Em Afogados da Ingazeira vacinação contra a gripe segue até dia 09 de maio

LEITURA - INTERIOR

alt

A Secretaria de Saúde de Afogados da Ingazeira deu início à campanha de vacinação contra a gripe tipo “influenza”. Até o próximo dia nove de Maio, as unidades de saúde do município estarão abertas oferecendo, gratuitamente, a vacina.
 
Os grupos prioritários a serem vacinados são crianças de seis meses a menor de cinco anos de idade, gestantes, mães com recém-nascidos, trabalhadores da saúde, pessoas com sessenta anos ou mais, população carcerária e portadores de doenças crônicas.
 
A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral que pode levar a óbito, especialmente nos grupos de alto risco, alvos da atual campanha. Seguindo orientação do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira promoverá no próximo sábado (26), o dia D de combate à gripe “influenza”, com diversas atividades nas unidades de saúde.

 alt

Em Afogados da Ingazeira, a meta da Secretaria de Saúde é vacinar 80% do público alvo da vacinação. Serão, ao todo, 10 postos de vacinação fixos e mais três unidades volantes para atender à população da zona rural.
 
O principal objetivo da campanha é ajudar a reduzir as complicações, internações e mortes decorrentes da gripe influenza, ampliando a cobertura da vacinação em Afogados da Ingazeira. Segundo o Secretário Municipal de Saúde, Artur Amorim, a meta também é reforçar o atendimento aos portadores de doenças crônicas, independente de faixa etária. “Isso inclui quem tem problemas cardíacos, pulmonares, obesos, pacientes transplantados e quem toma medicamentos que afetem o sistema imunológico,” informou Artur Amorim.


Ascom/PMAI

 

Seca faz Pernambuco renovar situação de emergência em 54 municípios sertanejos

LEITURA - INTERIOR

Gado tem morrido por conta da estiagem. Foto: Álvaro Severo/Esp DP/D.A Press
O gado tem sofrido com a estiagem

Quase 30% dos municípios pernambucanos tiveram o decreto de “situação de emergência” renovado pelo governo estadual. O decreto 40.647, publicado hoje no Diario Oficial do Estado, cita 54 municípios do Sertão em “situação anormal” devido à seca.
 
“As áreas afetadas permanecem com os níveis das reservas hídricas bem abaixo das condições satisfatórias”, diz o documento.
 
Os 54 municípios, em emergência desde 2012, ficam nas microrregiões Vale do Pajeú, Petrolina, Araripina, Moxotó, Itaparica e Salgueiro. Serra Talhada e Santa Filomena foram os municípios sertanejos não incluídos no 40.647. Decreto com os dois deve ser publicado hoje. A “situação de emergência” vigora por 180 dias.
 
O decreto se fundamenta em um parecer técnico, de 16 de abril, da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe). Com a medida, o estado pode abrir crédito extraordinário,  dispensar licitações para bens e serviços, locar equipamentos e máquinas e prestar serviços e realizar obras relacionadas à estiagem.

 

Pré-candidatos a presidência se preparam para batalhas jurídicas

LEITURA - POLÍTICA

http://www.diariodopoder.com.br/wp-content/uploads/2014/04/dilma-aecio-campos.jpg

Os pré-candidatos a presidente começaram a se preparar para a batalha jurídica que envolve toda eleição. O PSB, de Eduardo Campos, deve fechar na próxima semana a contratação do escritório Malheiros, Penteado, Toledo e Almeida Prado para atuar nos tribunais eleitorais. O escritório é dos advogados Arnaldo Malheiros e Ricardo Penteado, que foi o principal nome da área jurídica nas campanhas do tucano José Serra, em 2010 e em 2012.

O PSDB também fechará no começo da próxima semana um pool de escritórios de advocacia que atenderá a campanha do senador Aécio Neves. Diferentemente das eleições anteriores, dessa vez a ação jurídica ficará descentralizada. Serão contratados diferentes escritórios para atuarem em diferentes temas, como nas áreas criminal, eleitoral e de internet, afirmou o deputado Carlos Sampaio (SP), que será o coordenador jurídico da campanha.

No front petista, a tendência é que a campanha à reeleição de Dilma Rousseff continue com o escritório Trajano e Silva Advogados Associados, de Marcio Silva, que atende o PT e que fez as últimas eleições do partido. Silva foi sócio de José Antonio Dias Toffoli, ministro do STF. O PT ainda conta com o ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos como uma espécie de consultor jurídico informal.

O núcleo jurídico é parte determinante de uma campanha. Muitas vezes, os advogados atuam em sintonia com os marqueteiros para definir estratégias sobre determinados assuntos, inclusive a respeito das baixarias que correm soltas geralmente nas inserções nas rádios.  Também são eles os protagonistas das guerras envolvendo os pedidos de direito de resposta à Justiça Eleitoral, quando começa o palanque eletrônico, no rádio, na televisão e na internet.

De acordo com a prestação de contas dos candidatos a presidente, em 2010, o escritório Trajano e Silva recebeu cerca de R$ 1,9 milhão pelos serviços prestados à campanha de Dilma. O Malheiros, Penteado, Toledo e Almeida Prado mais de R$ 1,8 milhão, somando aí serviços prestados às campanhas de Serra e de governador de Geraldo Alckmin (PSDB).

 

Câmara dos Deputados aprova projeto que regulamenta as guardas municipais

LEITURA - POLÍTICA

http://midia.arazao.com.br.s3.amazonaws.com/2014/04/c%C3%A2mara-de-deputados.jpg

A Câmara dos Deputados aprovou hoje (23) projeto de lei que regulamenta a criação e o funcionamento das guardas municipais. De autoria do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), o texto aprovado permite aos guardas municipais o uso de arma de fogo, nos casos previstos no Estatuto do Desarmamento. O projeto segue agora para apreciação do Senado.
 
Os deputados aprovaram o projeto na forma de subemenda da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Pelo texto aprovado, as guardas municipais são incumbidas da função de proteção municipal preventiva e comunitária, ressalvadas, quando presentes, as competências da União, dos estados, do Distrito Federal e dos territórios.
 
O projeto estabelece como competência geral das guardas municipais a proteção dos bens, serviços, logradouros públicos e instalações do município, bem como da população. Os bens abrangem os de uso comum, os de uso especial e os dominicais(bens públicos sem destinação definida, como prédios desativados). A proposta também estabelece que qualquer município pode criar sua guarda municipal, que será subordinada ao chefe do Executivo local. O projeto estabelece, ainda, que a guarda municipal não pode ter efetivo superior a 0,5% da população do município.
 
Pelo texto a ser apreciado pelo Senado, é admitida a instituição de guarda municipal metropolitana e de municípios fronteiriços, subordinada ao regime da Lei e das normas suplementares, para atuar em região metropolitana legalmente constituída e de fronteira. A guarda municipal metropolitana pode ser instituída somente pelo município mais populoso, e atuará em um ou mais dos municípios que integrem a região metropolitana, mediante convênio.
(Agência Brasil).
 

Poupança perde R$ 3,2 bi em 6 dias

LEITURA - ECONOMIA

http://content-portal.istoe.com.br/istoeimagens/imagens/mi_2374201474371868.jpg

Depois de 25 meses consecutivos registrando mais depósitos do que saques, a caderneta de poupança está perdendo o fôlego. Segundo dados mais recentes do Banco Central (BC), em abril, até o dia 14, depósitos e resgates estavam praticamente empatados: houve uma captação ligeiramente positiva em R$ 33 milhões no mês, acumulando saldo de R$ 614,9 bilhões. Mas observando apenas os últimos seis dias úteis da série, houve saque de R$ 3,2 bilhões. Com juros na casa dos dois dígitos e inflação ameaçando ultrapassar o teto da meta de 6,5% ao ano, investidores podem estar partindo para alternativas de aplicação mais rentáveis, como fundos de investimento - que captaram em sete dias terminados em 14/4 R$ 9,8 bilhões, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

"Mas nada garante que esteja havendo essa migração, nem que a saída da poupança está se dando pela alta dos juros. Acho que o brasileiro está precisando do dinheiro”, diz Samy Dana, professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo.

André Massaro, consultor e educador financeiro, tem a mesma opinião. “Analisando pesquisas recentes sobre o crédito à pessoa física, concluí que o endividamento das famílias vem mostrando sinais de recuo, indicativo de que parte do dinheiro que vinha sendo empregado em poupança, por exemplo, pode estar tendo como destino o pagamento de dívidas”, diz. “A deterioração dos indicadores econômicos está chegando ao entendimento do consumidor, que está preferindo pagar dívidas”.

Em março, a captação líquida da poupança havia sido de R$ 1,790 bilhão, 3,8% abaixo do que em fevereiro. Em relação a março de 2013, a queda foi de nada menos do que 70%. A tendência de queda na captação líquida vem se desenhando desde o começo deste ano. Em 2013, a média mensal foi de R$ 5,9 bilhões, acumulando captação recorde de R$ 71,05 bilhões. No primeiro trimestre deste ano, a média caiu para R$ 1,8 bilhão. E pelo resultado de abril até agora, ameaça cair mais.

Massaro vê a inversão no resultado da poupança como natural. “Inexplicável era a captação recorde nos últimos meses de 2013 quando a Selic já havia passado de 8,5%”.
Embora haja uma relação inversa entre captação de poupança e dos fundos, Dana acredita que pode ser coincidência. E, apesar da alta recente da captação líquida, o acumulado no ano é de apenas R$ 8,204 bilhões. “O problema dos fundos no ano passado não foi a concorrência da poupança, foi a marcação a mercado dos títulos em carteira, porque as taxas de juros subiram repentinamente. E além disso, as taxas de administração são muito elevadas”, diz. “A média é 1,5%, mas tem fundo que cobra 3%. Isso, sobre um rendimento de 11%, resulta em 8% ao ano - tirando o Imposto de Renda, acaba resultando no mesmo que a poupança”, diz.

Leia mais...

 

Avaliação da indústria com condições financeiras atinge o pior nível desde 2009

LEITURA - ECONOMIA

http://1.bp.blogspot.com/-q8QIKag_XgM/T9SSw0DTRGI/AAAAAAAAAhY/Y_eXYetzer4/s1600/fiat-fabrica-linha-de-montagem.jpg
                                                                                                                                                                                    Imagem Ilustrativa

A satisfação do empresário industrial brasileiro com a margem de lucro, situação financeira e o acesso ao crédito atingiu, no primeiro trimestre deste ano, o pior nível desde o segundo trimestre de 2009.

De acordo com a pesquisa Sondagem Industrial divulgada nesta quarta-feira (23), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o indicador relativo ao lucro ficou em 42 pontos, e o relativo à situação financeira em 47,2 pontos. A avaliação sobre o acesso ao crédito ficou em 39,2 pontos. Resultados abaixo da linha divisória de 50 pontos são considerados ruins, segundo a metodologia da pesquisa.

Para a CNI, os dados dos primeiros três meses de 2014 indicam que “a retomada do investimento está cada vez mais distante”, em razão da falta de confiança dos industriais quanto à execução de medidas que revertam o quadro da baixa competitividade. A entidade criticou “a elevação das taxas de juros, que encarece o investimento e limita a expansão do consumo”.

A Sondagem Industrial avalia mensalmente a opinião dos empresários sobre questões como evolução da produção e o uso da capacidade instalada. Ao fim de cada trimestre, questiona, também, as condições financeiras dos participantes. Os resultados da sondagem relativos a março mostram uma indústria desaquecida. De acordo com a pesquisa, no mês passado, a produção industrial caiu pela quinta vez consecutiva, ficando em 48,8 pontos.

A utilização da capacidade instalada ficou abaixo da usual, atingindo 42,9 pontos, o que demonstra ociosidade. O número de empregados igualmente apresentou queda, situando-se em 48,6 pontos. Apenas os estoques ficaram dentro do planejado, em 50,1 pontos. Segundo a CNI, os resultados fracos devem-se, em parte, ao fato de o Carnaval ter sido comemorado em março.

Fonte: Brasil Econômico
 

Deputado do PT pede diligência para verificar situação de Zé Dirceu na prisão

LEITURA - POLÍTICA

http://atalmineira.files.wordpress.com/2013/05/nilmc3a1rio_.jpg

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara decide se aprova a formação de uma diligência de deputados para visitar a Penitenciária da Papuda e verificar a "real situação penal" do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado no processo do mensalão.

O pedido é de autoria do deputado Nilmário Miranda (PT-MG/Foto), que defende a efetiva transferência do petista para o regime semiaberto, o que lhe permitiria sair para trabalhar durante o dia.

O requerimento foi rebatido pelo deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), que alega que a comissão não deveria se restringir a um único caso e favorecer um único preso, mas sim apurar denúncias relacionadas aos direitos humanos em presídios de todo o país.

 

Câmara suspende deputado tucano por 90 dias

LEITURA - POLÍTICA

http://4.bp.blogspot.com/-HxpyqXzE16g/T2InCjR5kSI/AAAAAAAAAe8/MJC_YnlVvaQ/s1600/Carlos+Alberto+Ler%C3%A9ia+-+EBC.jpg

Com atraso de sete meses, o plenário da Câmara aprovou no início da noite desta quarta-feira (23) a suspensão do mandato do deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) pela prática de “atos atentatórios ao decoro parlamentar”. Ele foi pilhado pela Polícia Federal num relacionamento monetário com o megacontraventor Carlinhos Cachoeira. Aprovada por 353 votos a 26, a suspensão vai durar 90 dias. Nesse período, Leréia perde o contracheque e as verbas de gabinete. Os assessores serão demitidos.

A suspensão de Leréia havia sido aprovada no Conselho de Ética da Câmara em 11 de setembro de 2013. Desde então, aguardava por uma ratificação no plenário da Casa. Em relatório confidencial da PF, o deputado tucano aparece num trecho intitulado “transações financeiras”. O texto reproduz conversas de Cachoeira com seus comparsas.

Numa dessas conversas, Cachoeira pede a Geovani Pereira da Silva, então contador de sua quadrilha, para “passar dinheiro” ao deputado tucano. Num grampo de 1.º de agosto de 2011, Cachoeira encomenda a Geovani o repasse de R$ 20 mil a Leréia. Deu instruções específicas. O dinheiro deveria ser entregue “embrulhado em jornal”. O PSDB ameaçou expulsá-lo. Ficou na ameaça.

No Conselho de Ética, Leréia defendeu-se alegando que era “apenas amigo” de Cachoeira. Sustentou que nada tinha a ver com os crimes do personagem. Inicialmente, o conselho votou um pedido de cassação do mandato do parlamentar. Não passou. Aprovou-se, então, o pedido de suspensão do mandato por três meses. Coisa inédita na Câmara.

Na sessão desta quarta (23), Leréia subiu à tribuna para se defender. Repetiu o que já dissera antes: nunca negou sua amizade com Cachoeira. Recebeu dinheiro. Mas era empréstimo. Já pagou.

Noves fora o dissabor de ficar sem salário por 90 dias, a suspensão será, na prática, um prêmio. O deputado terá mais tempo livre para dedicar-se à campanha. Ele cogita disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Goiás.

 aqui, a lista de votação com o voto de cada um dos deputados.

 

Ibama passa para Pernambuco a gestão da fauna silvestre do estado

LEITURA - GERAL

Assinatura de termo de cooperação entre governo de Pernambuco e Ibama. (Foto: Reprodução / TV Globo)
Assinatura do termo aconteceu na sede do Ibama, no Recife

O presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Volney Zanardi Júnior, assinou nesta quarta-feira (23), no Recife, um termo de cooperação técnica com representantes do governo do estado. O acordo formaliza o que ficou estabelecido pela lei complementar 140, de 2011: o repasse das atribuições de licenciamento e fiscalização, destinação dos animais e o controle da fauna silvestre aos estados.

"A lei passou para o estado, por exemplo, a atribuição de autorizar criadouros de animais. O Ibama está disponibilizando sistemas de informação de cadastro, de autorização. E continua sustentando e desenvolvendo esses sistemas e disponibilizando pessoal para capacitação e treinamento dos servidores estaduais. Agora o Ibama vai focar suas atribuições no controle do tráfico de animais, nas ações de inteligência e de fiscalização dentro de uma lógica nacional", explica Zanardi.

Em Pernambuco, as novas atribuições vão ficar a cargo da  Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH). O cadastramento de criadores de animais silvestres, a fiscalização de feiras, o atendimento a denúncias de irregularidades e maus tratos estão entre as novas atribuições da CPRH. Para facilitar essa transição, o Ibama traçou um cronograma de atividades a ser cumprido pelo estado e vai realizar a capacitação técnica dos gestores estaduais.

A partir de agora, os cerca de 6 mil animais que chegam por ano ao Ibama por meio de apreensões ou entregas voluntárias vão ter um novo um local para ficar, um espaço no Recife que está sendo preparado pelo governo do estado. "Nós temos alguns parceiros privados no estado. Dependendo das condições do animal, podemos fazer a soltura imediata no lugar apropriado. Se precisar de readequação, vamos encaminhar a esses parceiros, enquanto não finalizamos a construção do espaço, na estrada de Mumbeca, em Aldeia", detalhou o diretor-presidente da CPRH, Paulo Teixeira.

Leia mais...

 

UPE lança edital para construção do campus em Serra Talhada

LEITURA - INTERIOR

AULA MAGNA DA ABERTURA DO CURSO DE MEDICINA CONTOU COM A PRESENÇA DO DEPUTADO SEBASTIÃO OLIVEIRA
Aula Magna da abertura do curso de medicina contou com a presença do ex-governador Eduardo Campos

Oito meses após a aula inaugural do curso de medicina em Serra Talhada, a Universidade de Pernambuco (UPE) publicou edital de licitação no Diário Oficial do Estado para contratação da empresa que irá realizar as obras do Campus da Capital do Xaxado. Por enquanto os alunos estão estudando nas dependências da Faculdade de Formação de Professores (Fafopst). Segundo o edital publicado na semana passada, a Concorrência 001/2014 vai acontecer no dia 20 de maio, na sede da Escola Politécnica de Pernambuco (POLI), em Recife.

A decisão do governo do estado ratifica o compromisso de continuidade do governador João Lyra Neto com relação aos compromissos assumidos pelo ex-governador Eduardo Campos. Ainda durante a campanha eleitoral de 2012, o ex-governador garantiu que os recursos para o novo campus, localizado num terreno de dez hectares nas proximidades da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPR), seriam liberados.

“A gente recebe esta notícia com muita alegria porque a nosso curso de medicina está se solidificando. Antes era um sonho e agora é uma realidade. Este edital é uma prova que as coisas estão caminhando”, comemorou o médico Breno Ferraz, coordenador do Campus Serra Talhada. A proposta de viabilizar o curso de medicina em Serra Talhada, pela Universidade de Pernambuco (UPE), partiu do deputado Inocêncio Oliveira (PR) ainda no primeiro mandato do governador Eduardo campos. (Farol de Notícias).

 

Dilma vê apoio de governadores reduzir 46% nos estados

LEITURA - POLÍTICA

Presidente da República Dilma RousseffFoto: O Globo / André Coelho

A dois meses e meio do início das campanhas eleitorais, os principais candidatos à Presidência da República estão em fase final de montagem de seus palanques nos estados. Hoje (24), dos 27 governadores já deixaram claro publicamente quem devem apoiar, e uma comparação do cenário atual com o de 2010 mostra que a presidente Dilma Rousseff perdeu espaço entre os chefes dos Executivos locais. Há quatro anos, Dilma contou com apoio de 19 dos 27 mandatários, em estados que reúnem 75,3 milhões de eleitores. Este ano, até agora, a presidente tem assegurado o apoio de 13 governadores que governam 55,7 milhões de votantes - uma redução de 46% - numa queda de influência sobre quase 20 milhões de votos.

Os governadores são os donos de palanques mais desejados por candidatos à Presidência pois, além de emprestarem eventual popularidade ao candidato, comandam a máquina estadual, que exerce grande influência nas áreas mais desassistidas e permite que a campanha chegue aos grotões.

Fator Eduardo Campos

Com a piora na situação de Dilma, o tucano Aécio Neves figura como detentor dos apoios de governadores responsáveis pelos estados com maior contingente populacional. Em 2010, José Serra havia conseguido apoio dos governos de sete estados, com 65,1 milhões de eleitores. Este ano, os seis governadores que já deixaram claro o apoio a Aécio governam 67,2 milhões de eleitores. A particularidade dessa situação se deve à grande concentração populacional nos estados tucanos — 70% desses eleitores estão concentrados em São Paulo e em Minas Gerais.

A grande mudança para o PT foi a entrada em cena de Eduardo Campos, que tem apoio já declarado de cinco governos, que respondem por 12,9 milhões de eleitores — metade deles concentrados em Pernambuco. O principal baque do PT ocorreu nas regiões Norte e Nordeste, justamente as áreas onde o PSB de Eduardo Campos mais se expandiu. Em 2010, Dilma contou com o apoio público de governadores de oito dos nove estados nordestinos. Agora, são apenas quatro que já declararam que marcharão com a presidente — dois estão com Campos, um com Aécio, e outros dois ainda não se posicionaram. O próprio Campos havia ajudado a dar a Dilma 75% dos votos de Pernambuco em 2010, e este ano terá o governador João Lyra, que era seu vice, a seu lado.

Na região Norte, o PT tinha apoio de cinco dos sete governos, e agora deve contar com três — o PSDB e o PSB deverão dividir os outros quatro. O Pará é outro exemplo. Estado mais populoso da região, com 5,2 milhões de eleitores, e onde Dilma ganhou com 53% dos votos há quatro anos, passou a ser controlado pelo PSDB do governador Simão Jatene, e a capital, Belém, está desde 2012 nas mãos do também tucano Zenaldo Coutinho.

Leia mais...

 

Servidores do IF/Sertão-PE iniciam greve por tempo indeterminado

LEITURA - INTERIOR

IF-sertão-greve ouricuri

Cerca de 1 mil funcionários entre técnicos e professores do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF/Sertão-PE) paralisaram as atividades por tempo indeterminado na manhã desta terça-feira (22). A greve havia sido aprovada desde o último dia 28 de março pelo Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe). Estão com as atividades suspensas os campi do IF em Petrolina, Petrolina Zona Rural, Ouricuri, Salgueiro e Floresta.
 
Dentre na pauta de reivindicações estão: o retorno do anuênio (1% dos anos trabalhados), implantação da data base para o servidor público federal, fim da última reforma previdenciária de 2012, garantia dos 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação e 30 horas semanais universais para os técnicos.
 
De acordo com o diretor de coordenação geral do Sinasefe, Herlon Bezerra, apesar de a greve ser nacional, os cinco campi também apresentam reivindicações locais como reestruturação do prédio do Campus de Ouricuri e a realização de um novo processo eleitoral para reitoria em Petrolina. “Esta semana discutiremos as nossas pautas com todos os campi e vamos observar como a greve irá funcionar em todo o país para decidir como faremos o movimento aqui na região”, disse Herlon Bezerra.
 
Só no Campus de Petrolina, o maior das cinco instituições que pararam as atividades, cerca de 2.600 alunos estão sem aula. O diretor de coordenação geral ressalta que 30% dos servidores irão permanecer em seus locais de trabalho.

 

Operadora de telefonia OI deixa o município de Santa Terezinha sem comunicação durante seis dias

LEITURA - INTERIOR

http://granderiofm.com.br/Imagens%20principais/foto%200709-1.JPG
                                                                                                                                                                                    Imagem Ilustrativa

Operadora de telefonia celular OI deixa a cidade de Santa Terezinha sem sinal há seis dias e causando transtorno aos usuários. Com frequência a população desta cidade, encravada no Sertão pernambucano vem sofrendo com os problemas no sinal da empresa de telefonia móvel, a operadora OI foi a primeira e única operadora a oferecer o sinal através de torres ao município, depois apareceu à conversa de que colocariam a operadora Tim. Usuários ficar até seis dias sem usarem os serviços e ninguém por parte da empresa aparece para dá uma explicação. Pioneira mais com pouca qualidade no sinal a OI vem deixando os usuários no prejuízo.
 
Os problemas nos serviços oferecidos são diversos, a internet é de pouca qualidade, os serviços de mensagens nem se fala, uma vez que não existe sinal para ligações. Desde o dia 18 por volta das 07 hs30min à cidade está sem sinal da operadora OI. Com muita sorte, apenas algumas vezes os usuários ainda conseguem realizar algumas chamadas, mas muito raro. Se a população do município fosse como pessoas de outras cidades adjacentes, já teriam invadido o prédio da torre e cortado os cabos ou até mesmo colocado fogo nos equipamentos (não é a maneira mais fácil de resolver). Aí sim apareceria alguém pra falar pelo ao menos "alô" e dizer o que está de fato acontecendo.
 (Blog de Marcello Patriota).
 

No Sertão, agricultores são internados com sintomas de envenenamento

LEITURA - INTERIOR

Dois agricultores permanecem internados com sintomas de envenenamento em São José do Egito, no Sertão de Pernambuco. O caso ocorreu no Sítio Grossos, na zona rural do município, e vitimou José Alberto dos Anjos Brito, 20 anos, e Júnior Ferreira Gomes, 26. A informação é da Polícia Militar.

Segundo a PM, testemunhas relataram aos policiais que os jovens teriam passado o dia ingerindo bebida alcoólica na casa de uma das vítimas. Um parente de um dos agricultores, ao retornar do trabalho, encontrou os dois rapazes desacordados e caídos no chão. Um recipiente com produto de uso veterinário para o combate a carrapatos foi encontrado próximo aos jovens.

As vítimas foram socorridas ao hospital local, onde receberam atendimento médico e seguem internadas. O estado de saúde dos dois é considerado grave e a Polícia Civil vai investigar o caso. Com informações de Izaias Néu, da TV Jornal Caruaru

 

Assessoria da prefeita de Arcoverde, não confirma informações de que ela esteja mudando de lado nas eleições

LEITURA - POLÍTICA

http://nilljunior.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/02/0992-534x380.jpg
Na última aparição em público, a prefeita recebeu o senador com festa em Arcoverde

A pré-candidatura do senador Armando Monteiro (PTB) ao governo do estado pode sofrer mais uma baixa no embate eleitoral diante da Frente Popular. Dentro do PSB já é dada como certa a adesão da prefeita de Arcoverde, Madalena Brito (PTB), à pré-candidatura de Paulo Câmara (PSB). Nesta quarta-feira (23), a prefeita se reúne à noite com o ex-prefeito de Arcoverde Zeca Cavalcanti (PTB) e com o deputado estadual Julio Cavalcanti (PTB). Especula-se que, neste encontro, Madalena vai informar a definição de seu apoio ao palanque socialista.

Ela se juntaria ao prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, e ao prefeito de Jucati, Gerson Henrique, como gestores municipais petebistas que não vão apoiar o próprio partido, para dar suporte à candidatura do PSB. Além deles, outras cinco lideranças municipais do PT, que fará parte da chapa petebista, também já anunciaram o apoio à Paulo Câmara.

Procurada, a prefeita Madalena Brito negou, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura de Arcoverde, que esteja mudando de lado nas eleições, e disse estar fechada com a candidatura de Armando Monteiro. A assessoria confirmou a reunião com Zeca Cavalcanti e Julio Cavalcanti, porém, negou que o teor da conversa esteja relacionado à ida de Madalena Brito para o palanque socialista. Segundo a assessoria, no encontro, será definido um discurso de apoio à Armando Monteiro.

O PTB tem minimizado a mudança de lado dos prefeitos. O partido acredita que nem sempre a maior força política dos municípios está do lado de quem exerce o mandato.  A baixa popularidade do prefeito Bruno Martiniano em Gravatá é usada como exemplo de uma perda que se torna pouco relavante, apesar de simbólica, para o cenário eleitoral que se desenha em Pernambuco.