Jornada de Direitos Humanos realiza ações em cidades do Sertão de PE

Em alusão ao Dia Internacional dos Direitos Humanos celebrado no dia 10 de dezembro, nos meses de novembro e dezembro, é promovida ações no estado de Pernambuco. No Sertão, oito municípios têm atividades programadas, como apresentações teatrais, palestras, sessões de cinema, debates e seminários.

A 4ª edição da ‘Jornada Estadual de Direitos Humanos’ começou na última quinta-feira (20) e se estende até o dia 10 de dezembro. Toda a programação é aberta ao público e acontece em 81 cidades. Petrolina, Lagoa Grande, Salgueiro, Serrita, Exu, Orocó, Ouricuri e Trindade, todas no Sertão pernambucano.

Segundo o secretário executivo de Justiça e Direitos Humanos, Paulo Moraes, o diferencial desta edição é o elemento cultural. “A Jornada contempla vários temas relacionados aos direitos humanos e o elo escolhido foi à cultura. Todas as ações partem da cultura e da arte para gerar os debates”, afirmou.

De acordo com o secretário executivo, também serão distribuídos alguns materiais durante a Jornada. “Vamos distribuir cópias da Declaração Universal dos Direitos Humanos, além de algumas cartilhas em formato de gibi para as crianças se apropriarem de forma lúdica da temática”, contou.

Em Salgueiro, acontece a apresentação teatral ‘Guetos, Meu Lugar é o Mundo’, no dia 28 de novembro, às 19h, no Teatro Alaíde Conserva. Também está programada uma palestra sobre os cuidados com pessoas portadoras de necessidades especiais no dia 9 de dezembro. A palestra será no Centro de Convivência de Idosos, às 9h.

A população de Ouricuri poderá participar de um seminário sobre o combate às drogas no dia 26 de novembro, às 8h, na Escola Estadual São Sebastião. Nos dias seguintes, 27 e 28, acontecerão rodas de diálogos sobre a Rede de Proteção do Estado, além de apresentações de crianças que estão sendo amparadas pela Rede, às 9h, na Casa dos Conselhos.

Leia mais...

 

Foto: Agência Brasil

Blog do Jamildo

A presidente Dilma Rousseff (PT) está apenas esperando a aprovação da proposta que altera a meta de superávit no Orçamento da União em 2014 para oficializar o anúncio da nova equipe econômica do governo, cujos convites foram feitos na última sexta-feira (21). O Planalto mobilizou um esforço concentrado no Congresso para aprovar a Lei ainda nesta semana. Se o projeto passar na terça-feira (25), Dilma anuncia os ministros na quarta (26). Se, no Congresso, a proposta só for aprovada na quarta, o anúncio ocorrerá na quinta-feira (27). Os novos ministros assumem ainda em 2014.

“Como isso [a mudança no superávit] gerou um desgaste muito grande, a presidente entendeu que seria melhor fazer o anúncio depois, para não colocar isso sobre os novos ministros”, afirmou ao Blog de Jamildo uma alta fonte ligada ao Palácio do Planalto. O ministro da Fazenda deve ser o ex-secretário do Tesouro Joaquim Levy. Já Nelson Barbosa, ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda, vai assumir o Planejamento.

Para o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o indicado é o senador pernambucano Armando Monteiro Neto (PTB), que já presidiu a Confederação Nacional da Indústria (CNI). A pasta é responsável por conduzir a área de comércio exterior brasileiro e toda a política industrial do governo.

Hoje, a proposta que altera a meta de superávit está na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, que se reunirá quatro vezes nos próximos dois dias. Neste segunda (24), a primeira reunião está marcada para as 20h. No dia seguinte, os membros da Comissão se reúnem novamente às 10h, às 14h30 e às 18h.

O governo espera que a proposta passe em um desses encontros e chegou a convocar deputados e senadores que integram a comissão para chegar mais cedo à Brasília nesta segunda. Geralmente, os parlamentares chegam no período da tarde ou na parte da noite, porque as principais reuniões do Congresso ocorrem apenas nas terças-feiras.

A convocação tem o objetivo de prevenir que o projeto não emperre por falta de quórum, como já aconteceu na semana passada. A proposta chegou a ser aprovada em uma sessão tensa da Comissão, mas acabou sendo anulada em um acordo da oposição com os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB).

O Planalto trabalha ainda para que, uma vez aprovada na Comissão, o projeto siga imediatamente para o Plenário. Na terça, às 15h, está convocada uma sessão do Congresso Nacional para avaliar os vetos presidenciais que trancam a pauta parlamentar. O projeto que altera a meta do superávit só pode ser votado após a aprovação ou derrubada desses vetos.

 

http://www.marluscosta.com.br/wp-content/uploads/2013/12/PTB-ARMANDO1.jpg

Ao convidar o senador Armando Monteiro Neto (PTB) para o seu ministério, Dilma manteve a tradição de Pernambuco de manter um filho seu no 1º escalão do governo federal. Marco Maciel e Fernando Lyra foram ministros de Sarney; Ricardo Fiúza de Fernando Collor; Gustavo Krause e Raul Jungmann de Fernando Henrique Cardoso; Eduardo Campos e Humberto Costa de Luiz Inácio Lula da Silva (1º mandato), e Fernando Bezerra Coelho de Dilma Rousseff (1º mandato).

Nordeste

Além de Armando Monteiro (PE), mais dois nordestinos deverão fazer parte do governo de Dilma, a menos que não queiram: Jaques Wagner (BA) e Cid Gomes (CE). Wagner já trabalhou como ministro de Lula e saiu fortalecido da eleição ao eleger o sucessor (Rui Costa) no 1º turno. E Cid vai entregar o governo do CE ao deputado estadual petista Camilo Santana.

Por Inaldo Sampaio

 

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/d/d0/Ifpe_logomarca.png/640px-Ifpe_logomarca.png

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) divulgou na tarde deste domingo (23) o gabarito preliminar do Vestibular 2015 da instituição. As respostas das questões aplicadas durante a manhã podem ser vistas no site do concurso.
 
Para os candidatos aos cursos técnicos, a prova teve 30 questões de português, matemática e conhecimentos gerais. Já os inscritos para concorrer aoscursos superiores enfrentaram 50 questões de língua portuguesa, língua estrangeiras (inglês ou espanhol), matemática, física, química, biologia, história e geografia.
 
Os estudantes que encontrarem alguma incorreção no gabarito podem recorrer apenas nesta segunda-feira (24), das 9h às 12h e das 14h às 17h. A contestação só poderá ser feita pelos estudantes e no campus ou polo do IFPE onde ele concorre a uma vaga. O gabarito definitivo será divulgado na quinta-feira (27).
 

Saúde realiza ações do Novembro Azul em Arcoverde

Dentro das ações do Novembro Azul, a Secretaria de Saúde de Arcoverde realiza, através do departamento de Educação e Saúde, nesta segunda-feira (24), uma ação com o objetivo de conscientizar a importância do cuidado com a saúde do homem.
 
A empresa escolhida foi a Jodibe, empresa de bebidas, que possui no quadro de funcionários 85 homens. Na ocasião, haverá além de palestras de prevenção ao câncer de próstata, exames de diabetes, vacinas de hepatite e tétano e a distribuição de preservativos.
 
Em Arcoverde, a Prefeitura vem realizando, ao longo do mês, rodas de conversas sobre a prevenção do câncer de próstata nos postos de saúde e a iluminação azul de prédio público, como a sede poder do municipal e a fonte luminosa da Praça Wiston Siqueira.

 

http://2.bp.blogspot.com/-TXn3FN62r0M/VHHgeh3lspI/AAAAAAABnz0/V0uhW9yZZVc/s1600/7c4faa3c2a652fe2dddb7d71440c8d03.jpg

A guarda da cadeia pública de Afogados da Ingazeira, Sertão pernambucano, realizava o recebimento das refeições dos detentos ao meio dia deste sábado (22), momento em que um homem não identificado, entregou uma caixa de margarina e uma sacola de pães, para serem entregues ao detento Klebson José da Silva,  que se encontra recolhido na cela 06 da referida cadeia.
 
Ao fazer a revista de rotina, foi constatado um aparelho celular de marca Nokia sem o chip, dentro da caixa de margarina. Após o fato, todas as guarnições da área foram acionadas com intuito de localizar o entregador, desconhecido por meio de suas características exibidas pela as câmaras de segurança, mas sem êxito.
 
A direção da cadeia pública foi informada do ocorrido onde foram feitos os procedimentos administrativos, encaminhando o fato a Delegacia de Polícia local, para serem tomadas as medidas cabíveis.  

 

Leishmaniose - mosquitoDevido aos boatos de um “surto de Leishmaniose”, a Secretaria Municipal de Saúde de Serra Talhada (SMS), adiantou-se para tranquilizar a população informando que ser inverídica qualquer notícia de “surto”, “o que aconteceu é que detectamos um número realmente alto de cães infectados, no entanto já tomamos todas as providências e estamos trabalhando a questão”, informou o secretário adjunto, Aron Lourenço, segundo ele, alguns cães, oriundo da zona rural, mudaram-se para zona urbana já infectados e isso acabou sendo transmitido para outros cães.

“Também o avanço das construções urbanas em áreas rurais, com o crescimento de bairros como o Ipsep e AABB, criaram condições para o aparecimento do “mosquito palha” que em contato com animais infectados, transmitiram a doença, mas já fizemos todo levantamento e estamos atuando”, informa Aron.

O Núcleo de Vigilância, juntamente com o zoonose realizaram e ainda estão realizando testes rápidos para identificação de casos nos animais, depois de confirmado é realizado mais um teste, através do método ELISA, se confirmado a orientação é para o sacrifício do animal.

Recentemente foram sacrificados 31 animais, todos com o permissão do dono. O método para o sacrifício é acompanhado pela ONG animal Feliz e pelo proprietário e, conforme explica a equipe do Zoonose, de forma humanizada.

“Já vimos realizando levantamento desde o ano passado. Foi o alto índice de infecção nos cães de rua que nos chamou a atenção, aí então começamos a agir, mas não há nenhum motivo para alarme, tudo está sob controle”, tranquilizou Aron que disse que ultimamente está existindo uma cobrança muito grande em busca de testes rápidos e aplicação de fumacê, “não ha necessidade disso, principalmente de testes em humanos, é preciso que o mesmo seja solicitado pelo médico e que a pessoa apresente sintomas que levem a isso”, explica. Os sintomas são:Febre persistentemente longa, anemia, indisposição e inflação no fígado.

“Não podemos pular etapas. Não adianta colocar fumacê sem comprovação da existência do mosquito, é jogar veneno fora e expor pessoas, algumas as vezes alérgicas”, diz o secretário executivo, mesmo assim, informa que desde a última quinta-feira (20) este procedimento começou a ser feito e acrescenta: “repito, não a necessidade de alarme,  não existe surto e temos tudo sobre controle. Trabalhamos obedecendo todos os critérios do Ministério da Saúde e, embora a Leishmaniose seja uma doença negligenciada em todo mundo, aqui em Serra Talhada não estamos negligenciando”, garante ele.

Na próxima terça-feira, as 10 horas, o secretário adjunto e a secretária de Saúde de Serra Talhada, Dra. Márcia Conrado estarão na Rádio A Voz do Sertão e levarão mais informações para população.

 
Estudantes do 3º ano do ensino fundamental de escolas públicas de todo o país começaram a responder às questões da Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA). O objetivo é avaliar o aprendizado dos alunos no final do ciclo da alfabetização. Esta é a segunda vez que o exame é aplicado nacionalmente. O processo é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e segue até sexta-feira (28).


As questões, na área de leitura, escrita e matemática, são divididas em dois dias de aplicação. “A segunda aplicação será bem importante para as escolas que receberam este ano os resultados de 2013. Trata-se de um diagnóstico importante, que só era feito a partir do 5º ano [com a Prova Brasil]”, explica a coordenadora-geral do Todos pela Educação, Alejandra Meraz Velasco. Ao final dos três anos do chamado ciclo da alfabetização, espera-se que o estudante tenha um nível de autonomia para continuar o aprendizado no 4º e 5º ano – momentos de consolidação da habilidade já desenvolvida, acrescenta ela.

A ANA foi criada a partir do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). O acordo estabelece que todas as crianças até os 8 anos de idade sejam alfabetizadas em português e matemática. “A situação no Brasil é muito preocupante: a cada 20 crianças que entram na educação básica, apenas uma sai com a formação adequada em matémática e três em língua portuguesa no ensino médio. A solução do ensino médio não está só no período, mas ao longo de todo o ensino básico”, destaca Alejandra.

Este ano, apenas as escolas tiveram acesso aos resultados obtidos na avaliação de 2013. Segundo o Inep, o objetivo da ANA é apenas pedagógico. “As escolas, por meio de boletins eletrônicos, podem conferir os resultados finais da ANA 2013 desde setembro de 2014 e tomar as decisões pedagógicas necessárias”, informou a autarquia quando os resultados foram disponibilizados.

O Inep ainda não divulgou se o padrão de divulgação dos resultados da avaliação de 2014 será o mesmo. Para o coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, os resultados deveriam ser publicizados para permitir controle mais rigoroso pela sociedade. “Os resultados não foram devidamente divulgados, não foram problematizados, não é suficiente para avaliar o impacto do exame, do grau de alfabetização”. A ANA propõe-se a ser uma avaliação censitária, de larga escala, que servirá para a produção de índices sobre a alfabetização e letramento dos estudantes, conforme define a portaria que a criou.

Leia mais...

 

Foto: Luiz Pessoa/NE10

Viúva do ex-governador Eduardo Campos, falecido em um acidente aéreo em plena campanha presidencial, a ex-primeira-dama de Pernambuco Renata Campos deve ser convidada pelo governador eleito Paulo Câmara (PSB) para integrar o secretariado estadual em uma das pastas voltadas para a área social. A informação é da jornalista Sheila Borges, colunista de Política do Jornal do Commercio.

De acordo com a coluna, Paulo Câmara, que é afilhado político de Campos, teria confidenciado a aliados que espera contar com a participação de Renata no governo. Durante a gestão Eduardo Campos, a ex-primeira-dama chegou a coordenar o programa Mãe Coruja, do Governo do Estado, que busca reduzir a mortalidade materna e infantil.

A coluna diz ainda que Paulo Câmara deve conversar com Renata sobre o modelo de gestão que quer implantar para dar continuidade ao trabalho de Eduardo. Um dia após o enterro do ex-governador, Renata chegou a reunir o PSB para pedir empenho na campanha de Câmara.

A ex-primeira-dama também participou de alguns atos de campanha e até gravou imagens para o guia eleitoral socialista. Os filhos mais velhos dela e de Eduardo também chegaram a participar. Segundo a coluna, porém, eles não devem ocupar nenhum cargo no secretariado para poder terminar os estudos.

Paulo Câmara já prometeu concluir até o final do mês uma reestruturação do organograma do Estado e anunciar a equipe de secretários até a primeira quinzena de dezembro.

Leia mais...

 


Recursos ao gabarito começam nesta segunda-feira (24)

Tranquilidade marcou o Vestibular 2015 do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), que aconteceu na manhã deste domingo (23). O índice de abstenção fechou em 16.95%, o menor dos últimos três anos. Em 2013, o percentual de faltosos foi de 17.14%. O gabarito preliminar será publicado a partir das 15h no site da Comissão do Vestibular (CVEST.

Um total de 31.326 candidatos se inscreveu no Vestibular 2015 para disputar as 5.247 vagas distribuídas em 57 cursos. A prova foi realizada em 73 prédios espalhados por 21 cidades, sendo 41 deles localizados no Recife.

Recurso

Os estudantes que realizaram o processo seletivo poderão entrar com recursos ao gabarito a partir desta segunda-feira (24). das 9h às 12h e das 14h às 17h. O próprio candidato deverá submetê-lo no Campus ou Polo de EAD onde concorre à vaga. Não serão aceitas contestações realizadas através de e-mail ou procurador. O gabarito definitivo será publicado na quinta-feira (27) e o listão de aprovados, a partir do dia 15 de dezembro.

Sisu e Sisutec

Além do Vestibular, o IFPE também oferecerá vagas através do SISU e SISUTEC, que levam em conta a nota do ENEM. Pelos dois sistemas de seleção, serão disponibilizadas todas as vagas referentes à segunda entrada dos cursos superiores e dos técnicos na modalidade Subsequente, aquela que exige Ensino Médio completo do candidato. Serão 2.160 vagas pelo Sisutec e 382 pelo Sisu

Acolhimento

De forma piloto, o IFPE realizou um acolhimento aos pais dos estudantes que os acompanharam ao Vestibular. A ideia foi colocada em prática na Escola de Referência Clóvis Beviláqua, no Hipódromo. Enquanto os filhos faziam a prova, os pais realizaram ginástica laboral e assistiram apresentações que explicavam o funcionamento do Instituto e todos os programas existentes voltados aos estudantes.

 

Metade dos municípios pernambucanos devem terminar 2014 com problemas junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE). Segundo levantamento do próprio TCE, 90 das 184 cidades estão acima do limite máximo de comprometimento da receita com despesas de pessoal, que é de 54%. Para evitar punições, alguns prefeitos precisaram “cortar na carne”, demitindo funcionários comissionados e contratados em massa. No entanto, o clima de crise deve permanecer sem solução em 2015.
 
A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estabelece limites de comprometimento com despesa de pessoal e o TCE é responsável por alertar os prefeitos. Quando a Prefeitura extrapola o limite máximo, de 54%, o gestor fica impedido de contrair novas despesas e ainda pode ser punido. Só em 2014, 151 municípios receberam os três tipos de alertar emitidos pelo TCE.
 
No topo da extensa lista de cidades acima dos 54%, o município de Cupira, no Agreste, chega a comprometer 77,95% da sua receita anual com despesas de pessoal. De um orçamento de R$ 34 milhões, a prefeitura emprega R$ 26 milhões para a folha de pagamento. Com os R$ 8 milhões restantes, o prefeito tem que fazer a manutenção da máquina administrativa e dos serviços oferecidos nas áreas de educação, saúde, assistência social e limpeza urbana, por exemplo. Outro caso é Nazaré da Mata, com orçamento anual de R$ 40 milhões, dos quais utiliza R$ 30 milhões (76,31%) para remunerar o quadro funcional. Grandes cidades como Paulista (55,17%), Igarassu (66,62%), Carpina (63,52%), Goiana (63,40%) e Gravatá (67,03%) também entraram na lista.
 
Para se adequar à lei, os municípios têm recorrido à corte nas gratificações, como fez o Cabo de Agostinho e Moreno, no Grande Recife, e Água Preta, na Mata Sul. Para outros, o jeito foi demitir cargos comissionados. Carpina, na Mata Norte, demitiu cerca de 400 comissionados, enquanto Itapissuma, no Grande Recife, colocou na Rua 160 pessoas que ocupavam cargos de comissão. “No final do ano ficou mais claro, a crise agravou-se. Demissão é uma coisa terrível, é a última medida que qualquer gestor toma”, afirma o prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota.
 
Segundo Patriota, dificilmente as prefeituras que extrapolaram os 54% irão honrar os compromissos trabalhistas dos funcionários demitidos, como pagamento de décimo terceiro e férias. “Acho que a maioria (das prefeituras) não vai cumprir. A gente nunca viveu uma crise tão grave, é difícil cumprir a missão com receita estagnada”, confessa Patriota.
 
A diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é vista como principal fator de redução das receitas municipais. “Os funcionários de programas federais e estaduais, como o Saúde da Família, são registrados na folha do município. Se a União e o Estado assumissem os gastos dos seus programas, nossa situação estaria melhor”, definiu. Entre as soluções, Patriota apontou o aprimoramento do pacto federativo e a redistribuição de atribuições de União, Estados e Municípios.
 
De acordo com a coordenadora de controle externo do TCE, Bethânia Melo, o ideal é que as prefeituras fiquem perto do limite que a lei impõe. O exercício de 2014 se encerra no dia 31 de dezembro, mas os prefeitos terão até o dia 30 de janeiro de 2015 para apresentar um percentual de acordo com a LRF. “Caso o prefeito ultrapasse a despesa com pessoal (54%), a LRF concede um prazo de 2 quadrimestres para retorno ao limite”, explica Bethânia. Essa recondução ao limite será acompanhada pelo TCE e, caso o gestor não cumpra os prazos, ele pode ter as contas rejeitadas.

 

http://1.bp.blogspot.com/-I_-2WBEtcHw/UlygVRdcG1I/AAAAAAAAReA/_ZYilyzdcyk/s1600/a260918b-b15c-4509-8546-c4d3664ec586.jpg

O procurador-geral de Justiça, Aguinaldo Fenelon, conclui no próximo mês o quarto ano consecutivo no comando do Ministério Público de Pernambuco. Fenelon enfrentou nos últimos biênios manifestações da sociedade civil e questionamentos de membros do órgão. Responsável por uma gestão marcada por polêmicas, Fenelon faz uma auto avalia positiva. Mas é o procurador-geral que menos protocolou ações penais nos últimos 15 anos.
 
"Nós temos o projeto ‘MP nas ruas’ que aproximou a instituição da sociedade", destacou Fenelon. Apesar da convicção do procurador-geral, uma série de medidas adotadas por ele foram contestadas. Em março de 2013, Fenelon transferiu para a comarca de Jaboatão dos Guararapes a promotora Belize Câmara. "Doutora Belize era titular de Jaboatão e estava acumulando com mais dois procuradores", justificou. Ocorre que Belize tinha acabado de apresentar um parecer contrário à construção do projeto Novo Recife, o que levou os cidadãos contrários a construção de edifícios empresariais no Cais José Estelita a realizarem o Ocupe o MPPE, interditando o acesso ao órgão. Cinco meses depois, Fenelon tentou construir a sede do MPPE no Coque. Para isso era necessário remover 600 famílias. "Eu recebi um terreno da prefeitura, mas quando soube que precisaria derrubar as casas preferi ficar sem a sede", garantiu. Mas, à época, o movimento Coque (Re) Existe precisou liderar atividades de resistência na área para pressionar Fenelon a desistir.
 
Para fortalecer a imagem entre os servidores, em 2013, Fenelon baixou uma resolução autorizando o pagamento do auxílio-alimentação retroativo ao período de 2007 a 2011. Em outubro deste ano, decidiu equiparar o benefício dos servidores do órgão ao dos promotores, elevando o valor de R$ 550 para R$ 1,1 mil e pagar o retroativo da diferença do período de março de 2007 a fevereiro de 2012. Apesar das benécias, membros do MPPE comentam em reserva que o acúmulo de funções assumido pelos promotores reflete a desestruturação do órgão. Outra queixa é que Fenelon estaria desconsiderando Colégio de Procuradores. "Eu sigo estritamente a lei orgânica. Infelizmente ninguém agrada a todos", afirmou. Ele ressaltou que nomeou 364 servidores e 52 promotores disponíveis.
 
Os resultados do cumprimento da Meta 2, referente à conclusão de inquéritos policiais, é o trunfo destacado por Fenelon. "O MPPE é o primeiro do País, com 90,1%". Segundo o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o órgão ocupa a segunda colocação para os inquéritos instaurados até 2009. Para os instaurados até 2007, o índice cai para 73,6%, e até 2008, 63,3%. Ainda é preciso finalizar 4.403 inquéritos. Em relação às ações penais que só podem ser protocoladas pelo procurador-geral, Romero Andrade (1999-2002) entrou com 394, Francisco Sales (2003-2006) com 114, Paulo Varejão (2007-2010) com 79 e Fenelon com 54. O engavetamento do processo relativo ao escândalo dos shows fantasmas, por exemplo, é questionado. O desvio de verba destinada a Empetur e a Secretaria de Turismo ocorreu no governo Eduardo Campos (PSB).


Do Jornal do Commercio
 

Foto Plenaria Final CBHSF divulgação Petrolina vai sediar próxima plenária do Comitê da Bacia do São Francisco

Durante a sessão final da 26ª Plenária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), realizada no Hotel Meridiano, na Praia de Pajuçara, em Maceió (AL), os participantes escolheram Petrolina, Sertão do São Francisco, para receber a próxima plenária do CBHSF, que acontecerá ainda no primeiro semestre de 2015.

Com o tema “A agonia do São Francisco: a escassez de governança”, o encontro em Maceió discutiu temas como a gravidade da crise hídrica atual, os conflitos nos usos múltiplos das águas, as fiscalizações preventivas na bacia realizadas pelo Ministério Público, o projeto de transposição do Rio São Francisco.

A plenária reuniu cerca de cem participantes, entre pesquisadores brasileiros sobre recursos hídricos, gestores públicos e ativistas ambientais, além dos membros do comitê que representam a diversidade dos usuários da bacia do São Francisco.

Em sua fala final, o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, aproveitou para cobrar dos governos federal e estaduais mais apoio aos comitês de bacia. O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco é um órgão colegiado, integrado pelo poder público, sociedade civil e empresas usuárias de água, que tem por finalidade realizar a gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos da bacia, na perspectiva de proteger os seus mananciais e contribuir para o seu desenvolvimento sustentável.

 

http://s01.video.glbimg.com/x240/3784188.jpg

Os criadores que trouxeram animais para a exposição que ocorre no Parque do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, estão comemorando. As vendas em alta mostram a recuperação do setor pecuário no estado. O evento termina neste domingo (23), e a entrada é gratuita.

O público que foi à exposição neste sábado (22) pôde conferir animais de 18 estados brasileiros. Um dos fatores que contribuíram para a vinda de animais de tantos estados é que Pernambuco foi declarado pela Organização Mundial de Saúde Animal como território livre da febre aftosa.

Com isso, os criadores ficaram mais confiantes em trazer seus animais e alguns se destacaram, como um touro da raça Nelore, cujo proprietário é da Bahia. Ele impressiona pelo tamanho: é o mais pesado da exposição, com 1.240 quilos. Outro destaque foi para uma vaca leiteira holandesa campeã jovem da raça. Pertencente a um criador pernambucano, ela é capaz de produzir 45 litros de leite por dia.

Na área reservada aos cavalos, teve julgamento de éguas da raça manga larga marchador pela manhã. Para determinar o vencedor, os juízes observam diversos aspectos. “Nós avaliamos três quesitos: o andamento do animal, a morfologia e a prova funcional. Essa notas são somadas para sair os campeões de cada categoria”, explicou o árbitro Bruno Souza Lima.

A qualidade dos animais expostos na feira deixou satisfeito o secretário estadual de Agricultora e Reforma Agrária, Aldo Santos. Ele disse que espera um bom volume de negócios. “Já registramos, em termos de negócio, R$ 40 milhões, e com certeza vamos bater a marca de R$ 50 milhões. E, mais ainda, estamos observando que todos expositores estão fazendo negócios posteriores a feira”, comentou.

Até este domingo (23), o público que circula pela exposição pode chegar a 600 mil pessoas. Os adultos trazem as crianças, que se divertem com a oportunidade rara de ver de perto tantos bichos.

Leia mais...

 

Foto: Agência Senado

Em nova divulgada na madrugada deste domingo (23), o senador Humberto Costa, líder do PT no Senado, nega que tenha recebido R$ 1 milhão do esquema de desvio de dinheiro da Petrobras através do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, e coloca à disposição de todos os órgãos que atuam na investigação do caso a abertura de seus sigilos bancário, fiscal e telefônico.

“Tenho uma vida pública pautada pela honradez e seriedade, não respondendo a qualquer ação criminal, civil ou administrativa”, diz o senador no texto.

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, afirma que Paulo Roberto Costa teria denunciado o pagamento de R$ 1 milhão a Humberto em um dos depoimentos que ele tem feito em seu processo de delação premiada.

“Sou defensor da apuração de todas as denúncias que envolvam a Petrobras ou qualquer outro órgão do Governo. Porém, entendo que isso deve ser feito com o cuidado de não macular a honra e a dignidade de pessoas idôneas. O fato de o sr. Paulo Roberto estar incluído em um processo de delação premiada não dá a todas as suas denúncias o condão de expressar a realidade dos fatos”, rebate o senador, na nota.

De acordo com o jornal, o dinheiro para o senador teria solicitado pelo presidente da Associação das Empresas do Estado de Pernambuco (Assimpra), Mário Barbosa Beltrão. Paulo Roberto Costa não soube explicar como foi feito o repasse e disse apenas que ele saiu da cota de 1% destinada a políticos do PP.

No texto, Humberto afirma que conheceu o ex-diretor da Petrobras em 2004, mas que sua relação com ele foi estritamente institucional, durante o processo de implantação da Refinaria Abreu e Lima (Rnest) em Pernambuco. A Rnest é um dos focos de desvio da estatal.

O senador petista também afirma ser amigo de infância de Mário Beltrão, que teria ajudado a trabalhar pela instalação da refinaria. “Porém, em nenhum momento eu o pedi e ele muito menos exerceu o papel de solicitar recursos ao Sr. Paulo Roberto para a campanha ao Senado de 2010″, afirma.

Na nota, Humberto diz que a denúncia “padece de consistência” ao afirmar que a doação teria sido financiada pelo PP, por não haver razão que justificasse o apoio de outro partido à sua campanha. Ele também nega que tivesse influência para ameaçar demitir Paulo Roberto Costa da Petrobras, caso não recebesse o valor solicitado.

“Mais inverossímil ainda é a versão de que se o sr. Paulo Roberto não tivesse autorizado tal doação, correria o risco de ser demitido, como se eu, à época sem mandato e tão somente candidato a uma vaga ao Senado, tivesse poder de causar a demissão de um diretor da Petrobrás”, afirma o senador.

Leia a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em relação à publicação do jornal o Estado de São Paulo deste domingo que relata supostas acusações do sr. Paulo Roberto Costa dirigidas a mim em delação premiada, afirmo que:,

1. Todas as doações de campanha que recebi na minha candidatura ao senado em 2010 foram feitas de forma legal, transparente, devidamente declaradas e registradas em minha prestação de contas à justiça eleitoral e inteiramente aprovadas, estando disponíveis a quem queira acessá-las;

2. Assim, nego veementemente ter pedido a quem quer que seja que solicitasse qualquer doação de campanha ao sr. Paulo Roberto;

3. Tal denúncia padece de consistência quando afirma que a suposta doação à campanha teria sido determinada pelo Partido Progressista (PP) por não haver qualquer razão que justificasse o apoio financeiro de outro partido à minha campanha;

4. Mais inverossímil ainda é a versão de que se o sr. Paulo Roberto não tivesse autorizado tal doação, correria o risco de ser demitido, como se eu, à época sem mandato e tão somente candidato a uma vaga ao Senado, tivesse poder de causar a demissão de um diretor da Petrobrás;

5. Causa espécie o fato de que ao afirmar a existência de tal doação, o sr. Paulo Roberto não apresente qualquer prova, não sabendo dizer a origem do dinheiro, quem fez a doação, de que maneira e quem teria recebido;

6. Conheci o sr. Paulo Roberto em 2004 e minha relação com ele se deu no campo institucional, no processo de implantação da refinaria de petróleo em Pernambuco, do qual participei assim como vários políticos, empresários e representantes de outros segmentos da sociedade pernambucana o fizeram;

Leia mais...